Flagrantes de violência policial viram banco de dados

Até hoje, nenhum policial ou comandante foi punido ou responsabilizado pela onda de violência policial que tomou conta das ruas do País durante os protestos de 2013. Apesar de muitos relatos e vídeos com provas contundentes de abuso e violência, continuam sem resposta os centenas de casos de detenções e prisões arbitrárias, ferimentos graves e até mortes relacionadas à violência em diversas cidades brasileiras. Na semana da abertura da Copa, redes ativistas e entidades de direitos humanos se preparam para melhor sistematizar novas denúncias com o lançamento de um cadastro colaborativo que vai monitorar, organizar e sistematizar vídeos que flagram atos de violência policial durante os protestos por todo o país. Qualquer pessoa que tenha filmado um incidente de violência policial ou que conheça vídeos relevantes pode contribuir para o cadastro, indicando vídeos com este formulário: http://bit.ly/CadastreSeuVideo

. Violência Policial

Clique aqui e descarregue o manual sobre como documentar a violência policial em protestos.

As informações cadastradas serão centralizadas num banco de dados que será usado para embasar denúncias jurídicas sobre violência policial, visibilizar o problema dentro (e fora) do país e exigir mudanças concretas de práticas e punição por atos ilegais. A iniciativa é colaborativa e surge de contribuições de: Advogados Ativistas, Artigo 19 Brasil, Associação Brasileira dos Advogados do Povo, Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos, Conectas, Justiça Global, Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência, e WITNESS.org.

Fonte: Conectas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s