Senado poderá criar CPI para investigar mortes de jovens negros

Com a volta dos trabalhos legislativos, poderá ser instalada no Senado uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar mortes de jovens negros no Brasil. A motivação é o relatório do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o qual revelou que de cada três jovens assassinados no país, dois são negros. A proposta de CPI é defendida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA). Ela acredita que com a comissão será possível pensar em políticas públicas para modificar a realidade que afeta os jovens negros. Saiba mais com a repórter da Rádio Senado Cinthia Bispo.

Confira outra conclusões do relatório:

  • A possibilidade de o negro ser vítima de homicídio no Brasil é maior inclusive em grupos com escolaridade e características socioeconômicas semelhantes.
  • A chance de um adolescente negro ser assassinado é 3,7 vezes maior em comparação com os brancos.
  • Assassinatos atingem negros numa proporção 135% maior do que os não-negros;
  • Enquanto a taxa de homicídios de negros é de 36,5 por 100 mil habitantes, no caso de brancos, a relação é de 15,5 por 100 mil habitantes;
  • Há uma perda na expectativa de vida devido à violência letal 114% maior para pessoas negras;
  • Enquanto o homem negro perde 20 meses e meio de expectativa de vida ao nascer, a perda do branco é de oito meses e meio;
  • Pelo menos 36.735 brasileiros de entre 12 e 18 anos serão assassinados até 2016, maior nível desde que o índice começou a ser medido em 2005, quando a taxa era de 2,75 adolescentes assassinados por cada mil;
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s