Todo mundo precisa de alguém

Para Lia Diskin, consumir em excesso é uma tentativa de suprir a carência de laços afetivos, cada vez mais escassos
“De onde surge essa fantasia de que eu não preciso de alguém? Claro que eu preciso”, afirma Diskin. “Como está seu irmãozinho? Costumava me perguntar o padeiro do bairro quando ia comprar pão em Buenos Aires”. A cofundadora da Associação Palas Athena Lia Diskin contou essa situação de sua infância para ilustrar o enfraquecimento dos vínculos afetivos na sociedade atual. A lembrança de Diskin integrou sua resposta ao questionamento ‘Quem é o ser antes do ter?’ durante uma roda de conversa sobre consumo consciente na Virada Sustentável.
foto_materia_marina_1000x713
Foto: Kiko Ferrite

Continuar lendo