Campanha Fora Coronéis da Mídia

Outubro é o mês da luta pela democratização da comunicação. Entre as bandeiras dessa mobilização organizada por várias movimentos sociais, está o desejo de que políticos não tenham concessões públicas de rádio e TV. A prerrogativa é do artigo 54 da Constituição, “que aponta, em seus dois primeiros parágrafos, como fundamento da República, que deputados e senadores não podem firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público.”
A reportagem abaixo é uma contribuição do Intervozes à Campanha Fora Coronéis da Mídia, lançada em julho deste ano pela Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (ENECOS), com o objetivo de mobilizar os mais diversos movimentos sociais e sensibilizar a sociedade e as esferas de poder sobre o tema.
Coronelismo, antena e voto: a apropriação política das emissoras de rádio e TV
Por Carlos Gustavo Yoda*
Fora Coronéis da Mídia

Continuar lendo

Programa Mais Você faz campanha velada pela redução da maioridade penal

Por Mariana Martins*

No último dia 17 de setembro o Programa Mais Você da Rede Globo, apresentado por Ana Maria Braga, fez coro velado a um debate sério que vem tomando corpo dentro da sociedade brasileira, mas que não vem sendo debatido com a seriedade que merece. O ponto chave da conversa “improvisada” e “desinteressada” da apresentadora com uma psiquiatra, que vive dando aval para diversificados temas no café da manhã da Globo, é a questão da maioridade penal, ou melhor, a campanha pela redução dela que setores mais conservadores da sociedade estão fazendo.

Programa Mais Você Rede Globo

Continuar lendo

Democratizar a mídia para reformar a política

Ainda dá tempo de votar! A enorme concentração dos meios de comunicação em nosso país faz do sistema midiático brasileiro um monopólio a serviço de interesses privados – seja dos próprios meios ou do poder político, que tira proveito da influência da mídia para pautar o debate público em benefício próprio.  A maioria do Congresso Nacional e os grandes grupos de comunicação andam, assim, de mãos dadas, numa parceira que só tem trazido prejuízos aos interesses da maioria da população.

Para se ter uma ideia, na atual legislatura, 40 parlamentares federais (deputados e senadores) controlam diretamente emissoras de radiodifusão. No país inteiro, mais de 270 prefeitos, vereadores, governadores, senadores, deputados estaduais e federais são sócios ou diretores de emissoras de rádio e TV. 

 Democratizar a mídia para reformar a política