Porque ser contra a redução da maioridade penal

Os jovens brasileiros estão sofrendo mais um duro ataque. Há uma ofensiva para alterar a lei e reduzir a idade com a qual uma pessoa pode ser presa como adulta. Hoje essa idade é de 18 anos, mas alguns querem que passe a ser 16. A grande mídia se esforça em fazer com que a população brasileira acredite que o problema da violência no Brasil é decorrente do fato de jovens com menos de 18 anos não serem presos como adultos. Mas, será que é isso mesmo?
Porque ser contra a redução da maioridade penal - Quer que se desenhe

Cuidado, você pode estar sendo manipulada(o)!

A grande imprensa é uma das responsáveis pelo sensacionalismo quando um adolescente ou jovem está em condição de infração. Cuidado, você pode estar sendo manipulado!

#ReducaodaMaioridadePenalNao #DemocratizacaodaMidia #MaisVozesnaMidia #DemocratizacaodaComunicacao

Não à Redução da Maioridade Penal - Sociedade sem Prisões

Fundação Casa: “O encarceramento em massa favoreceu a expansão e consolidação do PCC”

Afirmação é do antropólogo Fábio Mallart, que acaba de lançar o livro “Cadeias dominadas”, onde conta a história da instituição, aponta a forte presença do PCC dentro das unidades e reconhece a tortura como parte da “história institucional” do sistema socioeducativo

Por Igor Carvalho

No momento em que discute os rumos da Fundação Casa, que terá suas unidades terceirizadas, após aprovação de Projeto de Lei Complementar que entrega a administração da instituição às Organizações Sociais, o antropólogo Fábio Mallart lança o livro “Cadeias dominadas”, questionando a estrutura da ex-FEBEM e contando a história de um ambiente que se tornou um “campo de batalha.”

Fundação Casa Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Continuar lendo

Mais Direitos Mais Humanos foca no público jovem

Mais Direitos Mais Humanos é a nova série da TV Brasil, que trata de cidadania, diversidade e democracia a partir das experiências singulares de grupos de jovens de todas as regiões do país que defendem os direitos humanos. Estreia 10 de setembro, às 19h30.

 

Continuar lendo

Edital Comunica Diversidade premiará jovens entre 15 e 29 anos

Lançado Edital Comunica Diversidade, que irá premiar jovens entre 15 e 29 anos que desenvolvam iniciativas de comunicação voltadas à cultura. Uma das vantagens do novo edital é sua flexibilidade na participação, os jovens poderão concorrer com conteúdos produzidos até mesmo pelo celular. As inscrições poderão ser feitas gratuitamente até 5 de novembro, por meio da internet (sistema SALICWEB), e-mail (comunicadiversidade@gmail.com) ou pelos Correios.

O Edital poderá ser conferido na íntegra em breve. Aguarde novidades! #ComunicaDiversidade

Edital Comunica Diversidade

Fonte: Perfil do Ministério da Cultural

Salvador: Marcha Contra a Violência e Extermínio de Jovens

Diante de dados que apontam números alarmantes de assassinatos de jovens na capital baiana, parte a mobilização de um dos grupos mais atingidos, a juventude da periferia. Entre 2009 e 2012, 6.483 pessoas foram assassinadas em Salvador – a maior parte das vítimas na faixa dos 19 aos 24 anos. Dentre as estatísticas ainda aparecem dados de uma pesquisa do Fórum Comunitário de Combate à Violência (FCCV): entre 1998 e 2004, 6.308 pessoas assassinadas eram negras ou pardas.

A fim de propor uma cultura de paz, de conscientização e debate, grupos e entidades ligadas às lutas pelos direitos da juventude em Grande Sussuarana promoverão a “ 2ª Marcha Contra a Violência e Extermínio de Jovens”, dia 17 de agosto, em Salvador, mobilizando outros grupos e a sociedade civil para esta temática.
 
Marcha contra Extermpinio Juventude Negra
 

Continuar lendo

12 de agosto: Dia Internacional da Juventude

Hoje é o Dia Internacional da Juventude.  Você sabia que, entre as principais preocupações dos jovens brasileiros estão a segurança e a violência? Isso não é por acaso: os homicídios são hoje a principal causa de morte de jovens de 15 a 29 anos no Brasil. Essa estatística atinge especialmente os jovens negros – o número de homicídios é três vezes maior do que de jovens brancos.

No dia de hoje, as Nações Unidas no Brasil comemoram o Dia Internacional da Juventude com atividades que marcam o início de uma campanha para a juventude a ser oficialmente lançada em novembro. #DiadaJuventude #ONUeJovens

Dia Internacional da Juventude

Acompanhe ao longo do dia em: www.onu.org.br/especial/juventudenegra

Foto: Solange Souza/UNFPA Brasil

Continuar lendo

Pai enfrenta violência policial em documentário premiado

“Quando Eu Me Chamar Saudade” conta a história de um pai que não se conformou em ver seu filho, morto por policiais, ser tratado como criminoso. A verdade era outra

Por Jarid Arraes

Dois rapazes de 20 anos de idade foram assassinados por policiais militares em 1º de julho de 2012, na cidade de São Paulo. Nos registros oficiais, as vítimas foram retratadas como criminosos que resistiram à prisão e trocaram tiros com os policiais. Desconfiado da versão contada, o pai de um dos garotos protagonizou uma luta pela apuração dos verdadeiros fatos.

Esse é o enredo do documentário dirigido pelo jornalista Renan Xavier, que aborda e dá notoriedade a mais um caso de violência policial. O curta “Quando Eu Me Chamar Saudade” foi produzido como Trabalho de Conclusão de Curso de Jornalismo da Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM) e recebeu premiação no Expocom Sudeste, concurso voltado para produções universitárias.

Quando eu me chamar saudade

Continuar lendo